0

Mamãe de 1ª Viagem

Mamãe de 1ª Viagem

Olá meus amores!

Tudo bem com vocês? Espero que tenham tido uma semana ótima. A minha semana foi boa, apesar de um pouco cansativa pois estou de volta as aulas e o retorno é sempre um pouco complicado, ainda mais que escadas estão me cansando demais, mas foi muito bom voltar a ativa depois o meu breve break.

Mas enfim, hoje eu queria falar com vocês sobre a minha gravidez. Vocês que já me acompanham a algum tempo e  assistem ao meu canal devem saber (link aqui para quem não conhece), estou grávida. Minha fertilização foi in vitro (aqui tem o vídeo onde explico como foi) e tive muita sorte de ter corrido tudo bem, pois sei de casos em que algumas mulheres tem que tentar algumas vezes para conseguir realizar o sonho de ser mamãe.

Mas muita coisa boa aconteceu desde que decidimos engravidar: lembro da alegria que foi quando confirmamos a gravidez e a data prevista para o nascimento; as perguntas que comecei a me fazer que não tinha considerado antes: “será que posso tomar café?” (sim, moderadamente ou até 200 mg por dia), “será que posso me exercitar?” (apesar de recomendado em geral, é sempre bom perguntar ao seu médico), “celulares e micro-ondas são seguros?” (sim, são seguros), entre outras tantas questões que começam a afligir mães de primeira viagem como eu.

E as mudanças físicas que incluíram o cansaço e sonolência, o enjôo e a sensibilidade aos odores? Sim, passei por isso também. Emocionalmente, me lembro muito bem, além de estar muito feliz, eu tinha uma sensação de surpresa e choque: “mas será que tem mesmo um bebezinho aqui dentro?”.

Claro que passei por alguns momentos de extrema sensibilidade: pense numa super TPM… É, não é fácil não, amores,  as mudança causadas pelos hormônios no corpo da toda mulher grávida são inevitáveis, mas o que se fez mais presente foi essa sensação de surpresa e alegria.

Agora estou na minha 26ª semana e os olhos da minha menina estão começando a abrir (os olhos ficam fechados no meses anteriores para que a retina se desenvolva) e apesar de não dar para ver muita coisa dentro no útero, ela pode perceber a claridade, e claro, com a visão e a audição já desenvolvidas, ela reage a sons e luz forte. E olha, como reage viu! Minha menina é participativa e gosta de se fazer presente.

Estou no último trimestre e me pego pensando de vez em quando que apesar de estar muito animada para o nascimento da minha filha, uma pequena parte minha deseja ficar com ela assim, pequenina e protegida na minha barriga mais um tempo. É estranho, mas acredito que outras mamães sabem do que estou falando.

Bom, semana que vem eu volto para contar um pouco mais sobre o que esta acontecendo comigo.

Beijos carinhosos da Preta

You Might Also Like

No Comments

Deixe um comentário